domingo, 17 de junho de 2012

Probióticos, Prebióticos e Simbióticos

Uma dieta adequada é constituída não apenas de nutrientes necessários para a sobrevivência do indivíduo (como carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas e minerais), mas também de nutrientes capazes de assegurar a saúde, reduzir o risco de doenças e apresentar efeitos terapêuticos frente a determinados processos. Os alimentos com essas características são denominados funcionais e dentre eles podem-se destacar os probióticos, prebióticos e a combinação de ambos - simbióticos.

O nosso trato gastrointestinal é colonizado por diversas bactérias que são chamadas de “flora intestinal”, esses microorganismos atuam em funções fisiológicas essenciais para nosso organismo. Manter o equilíbrio desta microbióta é muito importante, porém alguns fatores podem reduzir o número de bactérias benéficas e aumentar aquelas bactérias não benéficas. Alguns fatores que alteram a flora são: alimentação desequilibrada, estresses, uso de antibióticos com frequência ou outras patologias.

Probióticos: O termo “probiótico” significa “pela vida” e caracteriza um suplemento alimentar à base de microrganismos vivos que, quando consumidos em quantidades adequadas, afetam beneficamente a saúde do homem. Os microrganismos probióticos são geralmente introduzidos em leites

fermentados, iogurtes, sobremesas lácteas, sorvetes e queijos

Prebióticos: O termo prebiótico é utilizado para designar componentes alimentares não digeríveis no estômago que afetam beneficamente o hospedeiro, por estimularem seletivamente a proliferação ou atividade de populações de bactérias desejáveis no cólon. Eles podem inibir a proliferação de microorganismos patógenos dando oportunidade para os benéficos se multiplicarem com mais facilidade. Fibras e carboidratos não digeríveis (lactulose e inulina) são considerados prebióticos.

Simbióticos são alimentos ou suplementos no qual um próbiótico e prebióticos estão combinados.

Alguns benefícios da ingestão desses alimentos funcionais são: modulam as funções fisiológicas intestinais, aliviam a constipação e/ou diarréia, aumentam a resistência da colonização por microorganismos que podem promover doenças, estimulam o sistema imunológico, é sugerido que reduzem o risco de câncer de cólon e de aterosclerose. Entretanto o consumo excessivo podem levar a diarréia, cólica, inchaço, flatulência e distensão abdominal, devendo assim ter o cuidado e equilíbrio no consumo.

Considerando os benefícios à saúde o consumo de alimentos prebióticos, probióticos e simbióticos, devem ser estimulados; mas, é importante salientar que uma vida saudável está relacionada não apenas com o consumo de alimentos, mas também com o estilo de vida, a atividade física, a hereditariedade e a influência do meio ambiente.

Produtos associados: Resource Fiber mais flora, Resource Fiber mais, Nutren Active.

Nenhum comentário: